Novembro Azul: conscientização que salva vidas!

Está quase terminando o mês do ano que tocamos em um assunto, para muitos, sensível: o câncer de próstata. Aqui na Metalfarma estamos usando o laço azul na camisa em apoio a essa causa: a campanha Novembro Azul.

Segundo dados de um estudo feito pelo site Doctoralia em 2018, a maior parte dos homens (71%) têm algum tabu quando se fala em saúde. Ao estudo, 43% declararam ir a uma consulta médica somente quando se sentem mal.

 Esse comportamento pode leva-los a ignorar alguns sintomas menos incômodos, mas muito importantes, inclusive, para o diagnóstico do câncer de próstata.


Conheça os principais sintomas:


– Dificuldade de urinar

 – Necessidade de urinar mais vezes ao dia

 – Sangue na urina

 – Diminuição do jato de urina


Mas atenção, na maioria dos casos o câncer de próstata é assintomático em seus estágios iniciais. Por isso, a Sociedade Brasileira de Urologia indica que os homens procurem um médico urologista preventivamente:


- A partir dos 50 anos: se não apresentar fatores de risco

- A partir dos 45 anos: se for de etnia negra ou tiver casos da doença na família


O fator pandemia


Se já era identificado um certo descuido da população masculina com sua saúde, a pandemia foi um novo obstáculo para os diagnósticos de câncer de próstata.

Um levantamento do Ministério da Saúde indica que houve uma queda de 27% dos exames PSA em 2020 em comparação com 2019. Essa é uma das ferramentas que os urologistas utilizam no diagnóstico da doença.

Isso acontece em um cenário em que, segundo a Sociedade Brasileira de Urologistas, as mortes por câncer de próstata cresceram 10% em 5 anos (de 2014 a 2015)


Então fica o recado: se você sente algum sintoma ou se já está na faixa etária indicada para as consultas periódicas com o urologista, não adie!

Cuide-se também com esses hábitos que podem ajudar na prevenção:

- Alimentação equilibrada: com muitas frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal

- Evite o tabagismo e o consumo excessivo de álcool

- Pratique atividade física